sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Não Creio em Deus

“não acredito em um Deus que não conhece a palavra amor sendo um ser vingativo e cruel que divide os seres em eleitos ou não, pecadores ou santos, adoradores ou não, justos ou injustos. Não creio em um Deus que se deleitou em criar seres imperfeitos e os colocou em um paraíso ao mesmo tempo que criou uma serpente para induzir a mulher ao pecado original, condenando ao mesmo tempo esses seres ao inferno, para sua diversão e sadismo esperando milhares de anos para enviar seu único filho para morrer esmagado pela crueldade humana. Porque Jeová Deus não resolveu logo essa tragicomédia criando seres iguais ao seu pretenso filho, evitando o banho de sangue?. Parece inacreditável que ao fim de alguns milênios Jeová expiando uma mea culpa insuportável envia um ser a quem milhões de pessoas acreditam ingenuamente ter existido e o chamam de Jesus, para salvar o mundo, que permanece perdido e sangrento”.

Este texto li em um blog certo dia e constatei a ignorância de muitas pessoas em relação à palavra de Deus e tudo aquilo em que acreditamos.
Em primeiro lugar, Deus não criou o homem e a mulher (Adão e Eva) imperfeitos. A Bíblia ensina que Deus os criou conforme sua imagem e semelhança, portanto seres perfeitos, e os colocou em seu jardim particular para o administrarem e usufruírem dele eternamente. A Bíblia também ensina que Deus não criou uma serpente para o mal e colocou no jardim para providenciar a queda da mulher. Ela ensina que Deus criou anjos e um querubim chamado Lúcifer que significa “Anjo de Luz”. Esse querubim se encheu de vaidade e se tornou um diabo ou satanás, se rebelou contra Deus querendo tomar a sua posição e levou consigo vários seguidores, sendo por esse motivo expulso do lugar celestial e lançado na terra. Com o intuito de destruir a criação perfeita de Deus foi que ele usou o corpo de uma serpente para providenciar a queda da mulher e do homem. A Bíblia não dá detalhes de tempo, pois foi escrita anos após a existência da humanidade e o que nela está registrado serve de base de conhecimento da origem do universo, de nosso planeta e dos seres com quem convivemos além, claro, do Deus a quem servimos, mas o fato é que Deus deu total autoridade ao homem para dominar a terra e tudo o que nela havia, incluindo nesse particular Satanás e seus seguidores. O homem foi quem decidiu entregar tudo a Satanás e rejeitou seguir a orientação de Deus, preferindo estar debaixo do jugo do inimigo de Deus. O inferno, ao contrário do que disse o autor do blog, não foi feito para a humanidade, mas para o diabo e seus seguidores. A humanidade vai para o mesmo lugar se quiser, voluntariamente, não pela vontade de um Deus vingativo como ele pensa.
Por que Deus não resolveu tudo logo, começando de novo? Simplesmente porque eu e você não existiríamos. E mais, porque quando ele criou o mundo e tudo o que nele há ele considerou ser tudo perfeito, amando tudo o que havia feito – Gênesis 1:31
O desejo de Deus foi renovar todas as coisas ao invés de simplesmente destruí-las. O vírus do pecado começou no céu e não com a queda do homem na terra. A Bíblia nos ensina que Jesus Cristo é o Cordeiro de Deus morto desde a fundação do mundo (Apocalípse 13:8).
Quando Deus criou o homem e a mulher determinando que eles frutificassem, se multiplicassem e enchessem a terra (Gênesis 1:28), nós estávamos incluídos nesse projeto. Portanto, se Deus simplesmente resolvesse destruir tudo, estaríamos fora do projeto.
Isso que é maravilhoso!!! Deus pensou em nós e por esse motivo elaborou um projeto grandioso de salvação.
Ao contrário do que pensa o blogueiro acima citado, Deus não ficou sentado em seu trono de forma sarcástica e sádica se divertindo com o inferno. Também não mandou seu Filho aqui na terra morrer por nossos pecados enquanto ele ficava no bem bom no céu. Isso é interpretar de forma equivocada a Palavra de Deus, a Bíblia Sagrada.
Quando a Bíblia diz que “Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça mas tenha a vida eterna” (João 3:16), significa que, para que se pudesse fazer expiação do pecado seria necessário derramar sangue (vida pela vida – a vida humana está no sangue).Como fazer isso se Deus é espírito e por isso não tem sangue?
A única maneira de Deus dar sua vida em nosso resgate seria se tornar como um de nós, ou seja, um humano.
“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus; Estava no mundo, e o mundo foi feito por ele, e o mundo não o conheceu; E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade” (João 1:1,10 e 14).
DEUS SE FEZ HOMEM. E, achado na forma de homem foi chamado de Filho de Deus, porque teve um princípio e Deus em sua forma divina não tem princípio e nem fim. É eterno!
Foi o próprio Deus quem esteve aqui em forma de homem, não foi outro. Foi ele mesmo quem deu sua vida em resgate da humanidade e de todo o universo. Deus resgatou toda a criação e não somente a humanidade. Deus aniquilou o poder de Satanás, anulou o poder da morte ao ressuscitar dentre os mortos. Além disso, deu novamente autoridade ao homem para que em seu nome (JESUS) subjulgássemos o poder das trevas. O diabo está debaixo de nossos pés pelo poder do Nome de Jesus Cristo.
JESUS CRISTO é uma realidade. Negar sua existência é uma imbecilidade total. Uma burrice sem tamanho. A história prova sua existência. Nem os Judeus o negam. Nenhuma religião nega a existência de Jesus. Podem não acreditar que ele é o Deus encarnado mas sua existência é inquestionável. Estamos, nesse momento, no ano 2012 depois de Cristo. Ele dividiu o tempo, a história em antes e depois dele. A arqueologia prova sua existência. Contra fatos não há argumentos. O pior cego é o que não quer enxergar. As pessoas podem não entender Deus mas questionar a existência de Jesus Cristo é muita ignorância. Jesus invenção do cristianismo é ser muito ignorante.
Jesus Cristo é real, a prova é que a sua palavra é fiel . Ele disse: estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão demônios, falarão novas línguas, pegarão nas serpentes, se beberem alguma coisa mortífera não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos e os curarão (Marcos 16:17-18). Em nome desse Jesus maravilhoso todas essas coisas acontecem até hoje.
Há um tempo determinado para todas as coisas. O fim de Satanás e seus demônios se aproxima, bem como o fim do sistema deste mundo maligno.
A vontade de Deus é que toda a humidade se salve do inferno que está preparado para o diabo e seus anjos. Ele não quer que ninguém vá para lá. Para isso basta aceitar ao Senhor Jesus Cristo como seu único senhor e suficiente salvador, reconhecê-lo em todos os caminhos nesta vida, observar a sua palavra, viver uma vida correta diante dos princípios que ele deixou em sua palavra que é a Bíblia Sagrada, nossa bússola.
É isso, resumidamente. Deus abençoe a todos em nome de Jesus Cristo!

sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

Misericórdia...quão difícil é exercê-la...

Tiago 2:13 - Falem e ajam como quem vai ser julgado pela Lei da liberdade; porque será exercido juízo sem misericórdia sobre quem não foi misericordioso. A misericórdia triunfa sobre o juízo.

Versão: N.V.I.

Como é difícil viver essa verdade. Deveria ser natural para o verdadeiro cristão. Mas infelizmente não é assim...

Quando somos confrontados na vida e desafiados a cumprir a misericórdia que Deus espera de nós, muitas vezes falhamos. Infelizmente tenho visto no mundo cristão muito blá blá blá. Muitos cristãos são iguais a certos políticos...

Quantas vezes vemos CPIs sendo instauradas para punir políticos corruptos e vemos que os próprios julgadores são corruptos que ainda não foram flagrados. Mais adiante vemos o próprio julgador sendo julgado e condenado. Mas, no momento em que está julgando ele parece inatingível e perfeito.

Isso não deve acontecer no meio cristão, porém infelizmente, ocorre...A misericórdia passa, muitas vezes, longe...

Um versículo me chamou muita a atenção esta semana: A ciência incha, mas o amor edifica (I Cor 8:1)

De que adianta termos muito conhecimento de Deus se na hora de colocar em prática o maior dos mandamentos que é o amor, falhamos?

Às vezes podemos discordar da atitude das pessoas, dos pensamentos, interpretações, etc. mas nunca devemos deixar de amá-las e não julgá-las porque o juízo pertence somente à Deus.

Quem pode garantir que nunca falharei?

"Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos" I Jo 1:8

É difícil domar nossa língua, nosso corpo. Mas precisamos trabalhar a misericórdia em nós e aprender a exercer o amor. Enfim, realmente viver aquilo que pregamos.

Não podemos cair no erro de que Jesus alertou: "coar um mosquito e engolir um camelo".

O Juízo existe, é real, mas a misericórdia triunfa sobre ele pelo favor imerecido de nosso Senhor!

Que Deus tenha misericórdia de nós e que possamos ser melhores em 2012 e sempre, aprendendo a usar de misericórdia e o amor para com todos...

Eliel.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Crer em Deus...

"Eu Creio em Deus"
Esta é a frase que muitas vezes ouvimos das pessoas para quem anunciamos o evangelho do Senhor Jesus Cristo. Mas dizer que acredita em Deus não é suficiente para que ele acredite em você. Quem crê em Deus realiza as obras de Deus. Apenas dizer que acredita nele mas não fazer nada do que ele espera não é suficiente para agradá-lo. Deus é nosso Pai e como qualquer pai ele espera que seus filhos o obedeçam e realizem as mesmas obras que ele executa. "Meu Pai trabalha até agora e eu também"; "Creiam em mim, ao menos por causa das mesmas obras que eu realizo". Estas foram as palavras ditas por Jesus Cristo para dizer-nos que ele realizava as mesmas obras de seu Pai como bom filho, obediente que era. Assim Jesus Cristo nos deu o exemplo de como devemos agir em nosso dia a dia. Hoje li o Livro de Romanos, capítulo 10 e notei algumas verdades:
O Apóstolo Paulo, falando dos judeus, informa que eles (judeus) criam em Deus e tinham até muito zelo de Deus, mas um detalhe me chamou muita atenção: "...mas não com entendimento..." (versículo 02). Não adianta nada dizer que "crê em Deus" se não for com entendimento de Deus.
Se não conhecermos a justiça de Deus faremos como os judeus: estabeleceremos a nossa própria justiça, ou seja, agiremos de acordo com nosso entendimento, nossa forma de pensar, e não de acordo com a maneira que Deus quer. Qual é a justiça de Deus, segundo o apóstolo Paulo em Romanos 10? CRISTO!
Assim, todo aquele que crê no Senhor Jesus e realiza as mesmas obras que ele nos deixou como exemplo, crê em Deus com entendimento. É necessário exercer fé em Jesus Cristo para estarmos agindo de acordo com a vontade de Deus. "A FÉ SEM OBRAS É MORTA", nos diz a palavra de Deus. Portanto, apenas dizer que acredita em Deus mas não realizar as obras de Deus, é inútil.
Note que no Cap. 10, versículo 08 do Livro de Romanos, diz que a palavra do Senhor deve estar junto à nossa boca e no nosso coração.
Então, confesse publicamente que o Senhor Jesus Cristo é o senhor da sua vida e creia que ele ressuscitou dentre os mortos e está vivo hoje e serás salvo, se fizerdes de todo o coração, crendo. Cap. 10, vrs. 13: Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor Jesus será salvo!
Não tem fé? A fé vem por ouvir e o ouvir pela (através de...) palavra de Deus - Cap. 10, vrs.17.
Ouvir da Biblia e ler a Bíblia se adquire fé.
Que o Senhor Jesus Cristo abençoe a todos quantos lerem essa publicação!!!

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Arrependimento e Perdão, você acredita?

Hoje me ocorreu algo muito interessante...
Trabalho na área judiciária e recebi um advogado que informou que seu cliente (réu) iria se apresentar em juízo para ser preso.
Fui verificar o processo e constatei que o réu havia sido condenado a 39 anos de prisão por ter cometidos delitos de roubo, sequestro e estupro.
Fiquei impressionado ao saber que seu cliente iria se apresentar depois de haver sido condenado a 39 anos de cadeia, voluntariamente, para ser recolhido. Isso é algo raríssimo de acontecer.
Quando o réu chegou e se apresentou constatei o motivo de sua apresentação: ele havia se convertido a Jesus Cristo e isso o motivou a se apresentar uma vez que reconhecia o que havia feito e assim desejava cumprir a pena que a Justiça terrena lhe havia aplicado, sabendo que o Senhor Jesus já o havia perdoado.
É claro que isso gerou uma tremenda polêmica em meu ambiente de trabalho. Várias discussões se travaram sobre esse caso. Ai me ocorreu: qual o peso do arrependimento? Você perdoaria uma pessoa como esse réu que, inclusive, por causa de suas atitudes ocasionou até um infarto do pai da vítima? Você acredita em seu arrependimento e aplicaria o princípio do perdão? E se o que ele fez fosse com alguém relacionado à sua familia?
Pois é...
Difícil responder não?
Mas a Bíblia é bem clara: o que Deus procura nas pessoas é o arrependimento de seus pecados. Eu acredito que as pessoas que cometem delito devem pagar pelos seus crimes assim como esse réu vai começar a pagar. É a Justiça terrena, é a Lei e ela existe para ser aplicada e cumprida.
Contudo, a Justiça de Deus diz que se houver um real arrependimento pelos pecados cometidos, o sangue de Jesus Cristo está quente para perdoar e salvar.
É claro que nosso lado humano é de retribuir com a mesma moeda. Ninguém tem "sangue de barata" ou é hipócrita a ponto de achar isso tudo normal ou tão "espiritual" a ponto de perdoar qualquer atitude. Nosso lado humano clama por justiça e uma justiça dura. Mas quando lembramos que para Deus não há "pecadinho" ou "pecadão", mas que tudo é pecado, reconhecemos que precisamos de tanto perdão de Deus quanto esse réu que se apresentou em juízo para receber a justiça pelos seus atos.
DEUS É MARAVILHOSO!
Assim como o ladrão da cruz foi perdoado minutos antes de morrer e sem merecer, sem fazer nada humanamente falando para receber a graça de Deus, esse réu também foi perdoado ao aceitar a graça do Senhor Jesus. Graça é "favor imerecido de Deus" é misericórdia pura de um Deus santo que sabe que somos pó, incapazes de perfeição por nós mesmos. Todos necessitamos da misericórdia de Deus.
Esse acontecimento hoje foi importante para poder falar um pouco da graça que é ter Jesus como nosso salvador.
Sem Jesus Cristo, nada podemos fazer. Sem seu perdão, não podemos herdar a vida. Só Jesus Cristo salva!
Assim, ele merece toda a honra, glória e poder. Louvemos ao Senhor sempre e sempre, amém.
Eliel.

segunda-feira, 23 de maio de 2011

Crer em Jesus Cristo

"Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque, se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados" - João 8:24

Esta palavra foi proferida pelo nosso Senhor Jesus Cristo aos religiosos de sua época que procuravam prendê-lo para matá-lo.
Eles não criam em Jesus e o interrogavam acerca de quem ele era. Jesus Cristo foi bem claro: "Eu sou a luz do mundo, quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida" - Cap. 8, vrs.12.

Jesus Cristo veio a este mundo como homem para efetuar nosso resgate da morte. Estávamos presos e condenados a morrer em nossos pecados, pois a condição de pecador nos faz separados de Deus. Antes, porém, de consumar o seu intento, o Senhor Jesus anunciou as boas novas do evangelho esperando que "os seus" (os judeus) cressem nele e o recebessem como seu salvador.
"Veio para os seus, porém os seus não o receberam".
Os religiosos de sua época que já esperavam pelo Messias não atentaram para o fato de Jesus ser esse Messias. Jesus realizou inúmeros sinais e maravilhas na intenção de provar que ele era o Messias, o redentor de Israel, porém, os religiosos o rejeitaram, não o compreenderam.
Por isso Jesus disse: "se não crerem que Eu Sou morrereis nos vossos pecados".
Quem é esse "Eu Sou" que Jesus quis dizer?
Tudo o que ele mesmo disse: Eu sou o caminho, a verdade, a vida, o pão vivo que desceu do céu, a água da vida, o Messias, o Redentor, o Cordeiro de Deus, o Leão da Tribo de Judá, o Maravilhosos, o Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz, o princípio e o Fim,
o criador do universo, ufa!!! Jesus é o Verbo que se fez carne, o Eu Sou que apareceu a Moises, a árvore da vida, Jeová, NOSSO ÚNICO DEUS.
Jesus é tudo em todos!
Por isso, logo mais adiante, no Cap. 8, vrs.32 Jesus declara: "E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará".
Jesus Cristo é a verdade!
Quem crê em Jesus tem a vida eterna e não entra em condenação, mas passa da morte para a vida.
Assim, para que não morramos em nossos pecados, temos de aceitar ao Senhor Jesus Cristo e andar em seus ensinamentos para que possamos passar da morte para a vida.
Amém.
Eliel L. Melo

domingo, 27 de dezembro de 2009

NÃO ABRA MÃO DE SEUS VALORES!


Sucesso não é só dinheiro. O sucesso está ligado ao que consideramos importante e à nossa coerência em relação a esses aspectos. Digamos que alguém se observe e conclua que não é a pessoa que desejaria ser. Nesse caso, que diferença faz dinheiro, sexo ou fama? A desobediência aos valores diminui o indivíduo, destruindo sua segurança e autoestima. Não abra mão dos seus valores, nem por dinheiro, nem para agradar a quem quer que seja. Com valores sólidos, o real sucesso vem.
É possível substituir praticamente tudo o que se perde: dinheiro, imóveis, equipamentos, etc. Mas o nome, a reputação, a consciência, uma vez arruinados, não têm conserto. Teremos de conviver com o estrago para sempre.
A vida pessoal e profissional só melhora à medida que as pessoas recomendam você. E novos clientes trazem novas e inesperadas oportunidades, porque eles querem fazer negócios com gente confiável.
NUNCA SE VENDA!
NÃO ABRA MÃO DE SEUS VALORES!

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Poema Desiderata - Adaptação

Caminhe tranquilamente em meio à pressa e ao ruído, lembrando-se da paz que existe no silêncio.
Tanto quanto possível, viva em harmonia com todas as pessoas. Diga a verdade calma e claramente e ouça com atenção o que os outros tiverem a dizer; ainda que tolos ou ignorantes, eles possuem uma história de vida.
Evite pessoas vulgares ou agressivas; elas são um insulto ao espírito. Nunca se compare aos outros, pois isso pode lhe causar vaidade ou mágoa. Afinal, sempre haverá alguém melhor ou pior do que você.
Comemore as suas realizações e se dedique aos seus planos. Mantenha o interesse pelo seu trabalho. Por mais humilde, ele é um bem, diante das variações da sorte.
Tenha cautela nos negócios, pois o mundo é cheio de armadilhas.
Seja fiel a si. Não finja afeto. Não caia no ceticismo nem se deixe cegar pelo amor, pois, diante da dificuldade e da desilusão, ele é tão perene quanto a grama.
Encontre alguém para amar, ame o que faz e sempre espere o futuro com entusiasmo. Ao encontrar o amor, dê apenas amor, e nada peça em troca.
Ofereça amizade verdadeira, pois esse é um dom que vai e volta.
Aceite naturalmente a passagem dos anos, deixando para trás, de bom grado, as coisas da mocidade, sem descuidar da saúde.
Alimente a força de espírito que o protege da infelicidade e não sofra por antecipação. Muitos medos desnecessários resultam do cansaço e do isolamento.
Use o tempo com sabedoria, com pessoas que valham a pena, pois o tempo é a única moeda verdadeira que se tem.
Afora uma disciplina saudável, seja amável e gentil consigo. Lembre-se de que faz parte do universo, tal como as árvores e as estrelas. Você está aqui por direito, com um propósito especial. Mas o universo segue como tem de ser, quer você saiba ou não qual é esse propósito.
Portanto, esteja em paz consigo e com DEUS. Sejam quais forem os seus sofrimentos e suas aspirações, mantenha a harmonia com os seres que fazem parte da turbulência da vida.
Com toda a desonra, a labuta e os sonhos desfeitos, este ainda é um belo mundo.
ANIME-SE!  SEJA FELIZ!